Letras

Praia da Solidão




Tão só ouço as ondas quebrando no mar,
Triste quando a praia deserta está
Sem meu amor fico a chorar, a chorar, a chorar.

Vejo gaivotas voando a cantar.
Ouso o sussurro das ondas do mar.
Na areia branca meu pranto a rolar, a rolar, a rolar.

Vem, vem o vento trazendo canções.
São, são pedaços de recordações.
Castigando sem eu merecer

Se eu soubesse onde ela mora
Juro partiria voando agora
E nos seus braços iria adormecer.

Vem, vem o vento trazendo canções.
São, são pedaços de recordações.
Castigando sem eu merecer

Se eu soubesse a onde ela mora
Juro partiria voando agora
E nos seus braços ia adormecer.



Composição: Everaldo Ferraz/ Da Silva



Postar um comentário

0 Comentários