» » Descer da Cruz




Difícil é viver a sombra de alguém como eu
Alguém que já desde criança,só problema deu
Os maus pedaços de ser mãe você viveu por mim
Mas filho de verdade eu nunca pude ser, enfim

O quanto eu lhe amei você jamais irá saber
Pois meus caminhos me levaram longe de você
E até mesmo chamar-lhe mãe o mundo não deixou
E hoje que todos me matam,só você me amou

Na minha mão os cravos, no seu peito a dor
Dos homens fui escravo, pra você senhor
Na minha testa, espinhos, e na sua luz
Pra te chamar de mãe quero descer da cruz

Perdão se não pude lhe dar o que aos outros dei
Pois hoje eu vejo em seu olhar o quanto a magoei
Não chore mãe querida, não manche seu coração
Seu filho esta brincando, os cravos não lhe doem não

Na minha mão os cravos, no seu peito a dor
Dos homens fui escravo, pra você senhor
Na minha testa, espinhos, e na sua luz
Pra te chamar de mãe quero descer da cruz


Composição: Roberto Leal/ Márcia Lúcia


Sobre Edmilson Aparecido

Edmilson Aparecido é autor de diversos livros sobre vários assuntos: Religião, Auto Ajuda, Motivação. Escreve artigos para diversos sites, blogs, revistas e jornais. Como comunicador já apresentou diversos programas no Rádio. É compositor de várias músicas. Também é o criador da personagem Érika e Seus Amigos
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe Seu Comentário

Instagram

Fonte de Água Viva

Anti drogas

Curta Nossa Página